terça-feira, 16 de agosto de 2011

AXN extrapola limite do bom senso ao omitir legenda

Há algumas semanas, o AXN – canal do mesmo grupo do Sony, ambos transmitidos na TV paga – vem exibindo a série Law & Order – Criminal Intent, às segundas-feiras à noite, com pouca legenda ou sem absolutamente nada. E não é um problema novo.

Até algum tempo atrás, o AXN "somente" omitia as legendas no início de cada bloco, ao voltar do intervalo. Nunca contei o tempo, mas talvez fosse coisa de 1 a 2 minutos. Parece que era um ensaio para os mais recentes episódios, em que blocos inteiros são exibidos sem tradução alguma.

Mesmo quem tem bom conhecimento de inglês é prejudicado. Primeiro porque, se a pessoa está concentrada para traduzir, a legenda atrapalha nos momentos em que resolve aparecer. Segundo porque muita gente, como eu, tem que ver televisão à noite com o volume baixo, às vezes totalmente no zero, para não acordar a família. Nesse caso, sem a legenda, fica impossível assistir ao programa.

Os erros, é claro, não acontecem apenas em Law & Order – Criminal Intent, muito menos são exclusivos do AXN – Warner e o próprio Sony são campeões de reclamação quando o assunto é legendagem ruim. Mas o que vem se passando no canal 34 da Net extrapola qualquer limite do bom senso.

A ausência de legendas é o ápice da falta de respeito dos canais pagos com o telespectador/assinante, que já tem a sensação de estar queimando dinheiro ao se deparar com longos e repetitivos intervalos comerciais – em que as emissoras anunciam sempre os mesmos programas de sua própria grade – e os horários vendidos aos "TV Shoppings" da vida.

Esse assunto já rendeu muitas reportagens nos veículos que trabalham com televisão. O jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, disse até que já procurou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), responsável por fiscalizar as emissoras. Segundo ele, o órgão governamental não demonstrou qualquer interesse em reverter a situação.

Sendo assim, fico me perguntando o que nós, consumidores, podemos fazer. Cancelar a assinatura não parece a melhor solução, já que a TV aberta, com seus Faustões, Gugus, Fazendas e BBBs, reduz cada vez mais a qualidade de sua programação. Algo que, indiscutivelmente, não acontece na TV paga, em que sobram bons programas. Ruim é a forma como eles são exibidos pelas filiais brasileiras de muitos canais.

Veja abaixo dois vídeos que fiz do episódio de Law & Order – Criminal Intent exibido ontem (15/08) no AXN. No primeiro, o programa volta do intervalo com a legenda errada – o que aparece, na verdade, é uma parte da narração de abertura – e segue em inglês, sem texto algum, até o final do bloco. O segundo é um trecho do bloco final que aparece complemente sem legenda.




2 comentários:

Claudia disse...

eu também preciso assistir sem volume e ando revoltadíssima com essa completa falta de respeito e compromisso com o consumidor. Acredito que a quantidade de assinantes no Brasil é grande o suficiente para sermos um pouco mais valorizados.
O mais impressionante, não sei se foi percebido, é que as propagandas têm legenda perfeita. Não fica uma fala sem legenda. Então percebe-se que é intencional, o que agrava ainda mais a situação.
Acho que a solução é termos um apoio legal, afinal as empresas só respeitam se houver penalidades, principalmente financeiras.

Marcos Bin disse...

Claudia, tb já tinha reparado que as legendas das propagandas são perfeitas. É um absurdo. Agora eu descobri um macete para, pelo menos, amenizar a situação: quando a legenda some, eu troco de canal e volto pro AXN. Uns 2 segundos depois ela reaparece. Vc perde uma parte do diálogo, mas pelo menos não é o episódio inteiro. De qq forma, acho que vale a pena procurarmos Procon, MP ou qq órgão que, pelo menos em tese, lute em favor dos consumidores. Abs