quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Skank arrebenta no cover de Beleza Pura

CRÍTICA DE SINGLE
● Música: Beleza Pura
● Artista: Skank



Enquanto a Globo fazia só as chamadas, era difícil reconhecer o intérprete. Mas quando a novela das sete Beleza Pura estreou esta semana, foi impossível não identificar a marca registrada do Skank na música-título, releitura do sucesso de Caetano Veloso também gravado pelo grupo A Cor do Som.

A gravação de Beleza Pura marca o reencontro do Skank com o produtor Dudu Marote dez anos após o mega-sucesso do álbum O Samba Poconé, que, junto ao anterior, Calango, ultrapassou a marca de 3 milhões de cópias vendidas.

Releituras não são novidade para o Skank. O quarteto liderado por Samuel Rosa viveu experiência semelhante em 2004, quando gravou Vamos Fugir, de outro baiano, Gilberto Gil.

Se agora a música é tema de abertura de novela, há quatro anos serviu de trilha sonora para um comercial. Outra semelhança entre as duas versões está na idade: a Vamos Fugir dos mineiros apareceu 20 anos após a original; já a nova Beleza Pura surge quase 30 anos depois do registro de Caetano, feito em 1979.

Nos dois casos, o principal mérito do Skank foi conferir frescor e jovialidade a antigas canções, fazendo-as parecer como novas. Tarefa que eles também cumpriram com maestria ao verter para o português a música I Want You, de Bob Dylan, que virou o hit Tanto. Mas aqui vale ressaltar que a versão ao vivo, gravada para o CD e DVD da MTV, é bem superior à de estúdio, presente no primeiro álbum do grupo.

O diferencial da Beleza Pura do Skank em relação às de Caetano e A Cor do Som é, sem dúvida, o naipe de metais, que ficou a cargo do sensacional grupo paulista Funk como Le Gusta. Somando os metais em brasa à voz marcante de Samuel Rosa e ao punch de sua guitarra meio rock, meio reggae, o resultado é uma ótima música que tem tudo para repetir ou superar o sucesso de Vamos Fugir.

No último dia 16 de fevereiro, o Skank tocou Beleza Pura no Festival Planeta Atlântida, no Rio Grande do Sul. Ao vivo a música ganhou ainda mais força e deu origem a um clipe que está sendo executado no canal Multishow. Confira abaixo o vídeo, que já foi parar no YouTube.


3 comentários:

Dani Jales disse...

eu peguei um nojinho do skank.. nem te conto!

alias, q bela merda de novela.

Marcos Paulo Bin disse...

O legal do Skank é que eles sabem se reiventar. Poderiam ser garotos-propaganda do Banco Real! Cada novo trabalho deles é diferente do anterior, e quase sempre as mudanças são para melhor. Por isso é difícil enjoar do grupo. Eu, pelo menos, não enjôo. Bjs!

Pedro Fiuza disse...

Rapaz, esse metais deixaram a música muito parecida com Sexx Laws do Beck. =]